Av. João Girardelli, nº 500 - Centro | Telefone: (19) 3899-9120
ouvidoria@montealegredosul.sp.gov.br
  

Saiba mais sobre a febre maculosa

Em 2018 a febre maculosa tem apresentado casos em todo o país. Conhecer a doença e identificar rapidamente os sintomas é determinante para o tratamento adequado das pessoas infectadas. De acordo com o Ministério da Saúde, já são 62 casos confirmados no Brasil em 2018, com 16 óbitos.

A transmissão para humanos ocorre quando um carrapato infectado com bactérias Rickettsia pica uma pessoa. Normalmente esses carrapatos são vistos em capivaras, mas também são facilmente encontrados em cavalos e cachorros. 

Os principais sintomas são: febre; dor de cabeça e nas articulações; prostração; manchas vermelhas, principalmente nas palmas das mãos e plantas dos pés e lesões onde o carrapato ficou aderido. Nos casos mais graves, há falta de ar; hemorragias; insuficiência renal; icterícia e convulsões.

O tratamento é feito com antibióticos e o seu sucesso é diretamente relacionado ao atendimento médico rápido. Portanto, se você transitou por áreas de mata, chácaras, lagos, rios e parques com animais como a capivara e apresentar qualquer sintoma suspeito, informe à unidade de saúde onde você está sendo atendido. 

Prevenir e identificar o contato com os carrapatos também é fundamental para o combate à febre maculosa. Portanto, evite se sentar ou deitar em gramados em piqueniques, pescarias e outras atividades de lazer. Se você esteve em alguma das áreas indicadas acima, examine seu corpo para certificar-se de que você não foi picado e utilize sempre carrapaticida em cães e cavalos, conforme determinação do veterinário. Não se esqueça, também, de usar o repelente adequadamente, respeitando as orientações dos fabricantes.

Fotos

MODIFICADO: 30/07/2018 15:25
(19) 3899-9120

Av. João Girardelli, nº 500 - Centro / CEP: 13910-000

Desenvolvido por DIGITATOS